fbpx

Síndrome de Down e Saúde Ocular

Síndrome de Down e Saúde Ocular

Você sabia que as pessoas com Síndrome de Down tendem a apresentar alterações oculares com uma frequência maior do que o restante da população?

Quase metade das crianças com a síndrome apresenta algum tipo de estrabismo. Observa-se que até 50% das crianças demonstram dificuldade para ver de longe, outras 20% para ver de perto, algumas têm os canais lacrimais obstruídos, outras desenvolvem inflamações das margens das pálpebras (blefarite) e também apresentam nistagmo, que são oscilações repetidas e involuntárias rítmicas de um ou ambos os olhos.

Outras doenças bastante comuns à Síndrome de Down são o ceratocone – que se manifesta por um astigmatismo elevado ou por uma diminuição da acuidade visual – e a catarata.

É fundamental que todos os portadores da síndrome sejam avaliados por um oftalmologista, para que o diagnóstico seja feito precocemente e para que se inicie o tratamento o mais cedo possível.

A primeira consulta oftalmológica deve se realizar durante os três primeiros meses de vida e as avaliações oculares devem se repetir aos 6 e 12 meses e, depois, anualmente.

A SP Oftalmo atende à diversos convênios médicos e possui 2 unidades: no Jardin (Alameda Campinas 728) e na Saúde (Av. Fagundes Filho 134).